SOPA-stop-online-piracy-act-logo
Antes de começar a falar sobre o protesto que as empresas citadas acima estão pensando em fazer vou explicar o que é esse tal de SOPA. Eu mesmo só fiquei sabendo sobre isso há pouquíssimo tempo e tenho certeza que boa parte de quem estará lendo isso não saberá do que se trata.

SOPA é a sigla de Stop Online Piracy Act, ou Lei de Combate à Pirataria Online. Basicamente o SOPA é um projeto de lei da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, mas antes que você pergunte, isso pode afetar o mundo todo e não apenas os EUA.

A sigla já diz tudo sobre o que se trata, a lei quer permitir que os detentores de direitos autorais "controle" o que é postado na internet, desde vídeos no YouTube até arquivos em sites como The Pirate Bay e outros. Como sempre, há dois lados por aqui.

Quem apoia a lei diz que proteger o mercado de propriedade intelectual (isso inclui músicas, filmes, entre outros) é importante já que com ela há geração de receita e empregos. Já quem não apoia a lei diz que "é uma violação à Primeira Emenda, além de uma forma de censura e irá prejudicar a internet, ameaçando delatores e a liberdade de expressão."

As maiores empresas que atuam na internet como o Facebook, Twitter, Google, Zynga, Mozilla, eBay, entre outros, não apoiam a lei e já mandaram até uma carta para o Congresso americano, outros grupos como o Anonymous também não apoiam a lei. Já as produtoras como Motion Picture Association of America, Recording Industry Association of America e Sony Pictures Entertainment, Time Warner, entre outras são a favor do SOPA.

Então é bem capaz que teremos um dia sem buscas no Google, sem acesso ao Facebook, Twitter ou compras na Amazon como forma de protesto a essa lei ridícula. Sim, será horrível passar 24 horas sem esses serviços, mas é por uma boa causa.

Informações | Wikipédia, Ricardo Fraga