Olá leitores do Limão Tech, sou João Cortez, e a partir de hoje farei parte desta equipe, trazendo notícias e novidades do mundo tecnológico, e também a tão curiosa história da tecnologia, dicas de Web e Softwares e muito mais. Então, hoje eu escolhi falar do famoso Google, que promete criar um formato de imagem melhor que JPEG, será?

O Google criou um novo formato de imagem, capaz de gerar arquivos até 40% menores que os populares JPEG. A ideia é tornar a internet mais leve.

Durante muito tempo o formato JPEG ou JPG, se manteve como o formato mais utilizado pelos navegantes da web, e o mais aceito por softwares e sites, como editores de fotografia, serviços de compatilhamento online, dentre outros. Demonstrando assim, sua larga aceitação e compatibilidade.

Não satisfeita com isso, a Google cria um novo formato de imagem que foi chamado como WebP (pronunciado ¿Uépi¿, segundo empresa) que é capaz de diminuir em 40% o tamanho de memória da imagem, e também utiliza, uma tecnica super interessante de compressão de dados com perdas.

Com informações do site CNET, estima-se que 65% da navegação por internet, é feita de imagem, no entanto, com a criação da WebP, a internet teria a capacidade de melhorar 25% no seu desempenho.

Junto com o lançamento do novo formato, claro, o Google não podia de deixar de lançar junto a ele, o conversor de imagem, tendo capacidade de passar os formatos BMP, JPG, GIF e PNG para o novo formato. O download do programa é feito atravéz do link http://bit.ly/WebPInstall mais temporariamente ele funciona apenas no sistema operacional Linux.

"Além de um programa de conversão para o Windows, esperamos ter, dentro de algumas semanas, suporte nativo para WebP no Chrome", disse Richard Rabbat, Gerente de Produtos da Google. Os dados técnicos e alguns comparativos entre os formatos pode ser encontrados no site onde o estudo feito pela Google foi publicado, disponível em bit.ly/d49L0s.

E então, será que este lançamento realmente irá conseguir ser melhor que o tão conhecido JPEG? É só aguardar-mos e esperar para ver onde isso tudo vai chegar.