A Microsoft lançou no Brasil a nova versão do pacote Office, a capital paulista foi palco do lançamento.

O pacote que une os programas Word, Excel e Powerpoint, entre outros está à venda a partir de R$ 200, a suíte de produtividade dá um primeiro passo em direção à chamada computação na nuvem, mas ainda sem oferecer uma solução completa de sincronização entre documentos gravados localmente, no computador do usuário, e os armazenados em servidores na internet.

Os novos aplicativos chegam aos países depois de muita espera e atraso de quarenta dias em relação à data de lançamento nos Estados Unidos. Porém, temos uma integração melhor com a web e com a nuvem.

O Office 2010 é oferecido em três combinações distintas:

•Office 2010 Home & Student – R$ 199 (Word, Excel, PowerPoint e OneNote)
•Office 2010 Home & Business – R$ 499 (Word, Excel, PowerPoint, OneNote e Outlook)
•Office 2010 Professional – R$ 1.399 (Word, Excel, PowerPoint, One Note, Outlook, Publisher e Access)

O pacote Home & Student de R$ 199,00 vem com o direito a 3 licenças do produto. No entanto, essas licenças só podem ser usadas em PCs localizados na mesma residência. Ou seja, você não pode usar o mesmo Office em duas ou três casas diferentes.

A nova versão do Word vem com o corretor ortográfico que pode aceitar a grafia das palavras pelo novo acordo ortográfico da Língua Portuguesa, em vigor desde janeiro de 2009 e também pela regra antiga, que deverá ser extinta até 1º de janeiro de 2013, ou ainda acatar como corretas ambas as grafias. A regra é definida pelo usuário, na configuração do produto.