Eu estava bem ansioso para poder testar o Galaxy S4, afinal, é a nova geração do smartphone mais bem sucedido no mercado Android. A linha é certamente uma das maiores responsáveis pelo crescimento absurdo que a plataforma teve nesses últimos anos e eu consegui testar todos eles, com exceção da primeira geração. Hoje em dia a linha Galaxy S é a maior concorrente do iPhone e a briga parece estar muito mais entre a Samsung e a Apple do que Android e iOS.

Passei os últimos 15 dias com o aparelho e pude ter a experiência de usar o aparelho topo de linha da Samsung, nas próximas linhas irei descrever tudo o que eu gostei e não gostei nele, a versão que eu recebi foi a I9505 que conta com a tecnologia 4G LTE e processador Qualcomm Snapdragon 600, ao invés do Exynos 5 Octa.

Especificações Técnicas

  • Processador: Qualcomm APQ8064T Snapdragon 600
  • Memória RAM: 2 GB.
  • Tela: Super AMOLED de 5 polegadas com resolução de 1080 x 1920 pixels (~441 ppp – pixels por polegada).
  • Câmera: 13 megapixels com autofoco, LED flash, filma em FullHD 1080p.
  • Bateria:2600 mAh.
  • Conectividade: 3G, 4G, Wi-Fi 802.11 a/ac/b/g/n, GPS, Bluetooth 4.0, NFC e entrada micro-USB 2.0
  • GPU: Adreno 320.
  • Memória externa: suporte micro-SD de até 64GB.
  • Memória interna: 16/32/64 GB.
  • Dimensões: 136.6 x 69.8 x 7.9 mm.
  • Peso: 130 gramas.
  • Plataforma: Android 4.2.2 (Jelly Bean)
  • Sensores: acelerômetro, giroscópio, proximidade, bússola, barômetro, temperatura, umidade.

Design e construção

O aparelho é indiscutívelmente lindo, essa é a primeira impressão que você tem dele assim que o pega nas mãos. A tela ocupa a maior parte frontal e acho isso sensacional, nas bordas há pequenos detalhes, como se fosse uma textura que está por de baixo do vidro. Na lateral temos um detalhe metálico bem atraente também. Mas aí vem a decepção... A traseira do Galaxy S4 é de plástico e não é muito bonita. Bem, usar plástico na traseira pode ter lá suas vantagens como a resistência, possibilidade de deixar o aparelho mais leve, entre outros. Mas a sensação que dá é o que o acabamento não é impecável como deveria ser para um aparelho tão caro como ele.

Um detalhe importante é a localização do alto falante, que apesar de estar na traseira dele, não abafa o som quando colocamos sobre a mesa. Um detalhe que por vezes me irritou e por outras me agradou foi o botão físico central que nos leva para a tela principal, além do botão capacitivo de opções do Android na esquerda e o botão de voltar na direita. Eu estava muito acostumado com o botão capacitivo (do Lumia 520) ou touchscreen (do Nexus 4), você não precisa fazer força para ele funcionar. De qualquer maneira a Samsung deveria adotar o padrão do Google, remover o botão de opções que sempre estão disponíveis diretamente nos aplicativos e adicionar o botão para o multitarefas, manter o botão voltar e tornar o botão home capacitivo. Claro que isso não afeta no desempenho do Galaxy S4 e não é um ponto negativo, mas acredito que teria uma experiência melhor dessa forma.

Apesar de ser grandão e ter a tela ainda maior, o smartphone manteve as dimensões de seu antecessor e tem uma pegada bacana, que poderia ser melhor se outros materiais fossem utilizados.

Tela

Samsung-Galaxy-S4
A tela do aparelho é sensacional, como eu disse anteriormente, uma das coisas que mais chama a atenção, as cores são muito vivas a resolução altíssima. Foi certamente uma das telas mais bonitas que eu já vi em aparelhos celular, senão a melhor. Isso conta bastante na experiência diária e também para quando vamos ver um conteúdo mais visual, como vídeos, fotos e outros. O brilho da tela também ajuda bastante, mesmo estando de baixo de sol forte é possível visualizar tudo o que está sendo exibido sem muitas dificuldades. Além disso, o brilho automático funciona muito bem, alterando rapidamente nas condições variadas de iluminação.

Imagens do Aparelho

Câmera

A câmera do dispositivo é muito boa, mas estou um pouco mal acostumado depois que usei o Lumia 920 e de ter mais contato com câmeras DSLR, a qualidade não deixa a desejar, mas a noite o ruído é inevitável, podemos compará-la com uma compacta atual de bom nível. Em aparelhos Android, foi a melhor câmera que já usei até agora. São 13 megapixels gerando uma resolução de 4128×2322 pixels com riqueza de detalhes, mas não só de megapixels é feita a câmera do Galaxy S4, há um punhado de recursos adicionais que não estão disponíveis nos aparelhos da concorrência.

O foco automático da câmera em condições baixas de iluminação falha um pouco, as vezes é necessário mostrar pra ele aonde você deseja o foco e demora um pouquinho até conseguir exatamente o que queria.

Mas falando dos recursos, tem uma que eu gostei bastante: a opção de remover alguns objetos da foto, é o modo "Apagador", onde são tiradas cinco fotos consecutivas e ele detecta objetos que se movimentaram. Na maioria das vezes funciona perfeitamente. Ainda existem as fotos "Ação" que permite tirar fotos de um objeto em movimento e depois cria apenas uma foto, há as os modos "Melhor face" onde são tiradas algumas imperfeições da pele e adiciona uma iluminação melhor no rosto, "melhor foto", "embelezar rosto", "panorama", "HDR", entre outros. Outros dois modos que chama a atenção é a "Foto animada" que tira várias fotos e permite criar uma foto onde apenas um objeto se move enquanto o resto fica estático, existem várias GIFs pela internet desse modo de foto que foi criado manualmente, você pode escolher exatamente o que quer que se mova e o que quer que fique parado, de uma maneira muito simples, o lado bom é que aqui tudo é automático. A "foto com som" é auto explicativa, outro modo interessante mas que no final das contas, não vi um uso tão bacana pra ele. Alguns desses modos não conseguem tirar fotos tão boas de primeira, mas em algumas poucas tentativas conseguimos acertar tudo e ter o resultado que queremos.
Samsung-Galaxy-S4 (6)
O modo de gravação também tem alguns recursos especiais, como gravar em câmera lenta, câmera acelerada e as duas principais: tirar fotos ao mesmo tempo que grava e utilizar o zoom mesmo depois de apertar o botão REC, o que pode parecer besteira, mas muitos dispositivos não permitem isso.

Bateria

duracao-bateria-galaxy-s4No primeiro dia me decepcionei um pouquinho com a bateria dele, durou muito menos que eu esperava, mas eu também tinha me assustado com outros dispositivos, mas sempre acontece depois que eu instalo o Rdio e ele começa a baixar as músicas que eu selecionei para sincronizar com dispositivos móveis, o que acaba exigindo mais do aparelho e faz ter o gasto maior.

Mas no dia-a-dia a bateria dele não irá te deixar na mão, uma dica é não deixar todas os truques especiais – que irei me aprofundar daqui a pouco – ativados, podemos ter esse controle rapidamente através da barra de notificações.

Em média a bateria durou entre 16 a 18 horas e meia, nada mal. Como sempre específico, sempre escutando bastante música, alguns podcastas, utilizando o Wi-Fi na maior parte do tempo, porém em algumas horas utilizando do 3G, trocando mensagens, navegando pela web, consultando e respondendo e-mails e navegando pela internet.

Sistema e truques

O Galaxy S4 roda Android, mas as vezes não parece. A interface totalmente personalizada da Samsung, a TouchWiz, adiciona algumas features bacanas, mas outras não agradam tanto, acabam poluindo demais o sistema e eu sou um grande fã do Android puro, sem tantas customizações, entretanto, de todas as fabricantes a Samsung é a que melhor trabalha esse aspecto.

O aparelho vem com uma série de aplicativos pré-instalados, há gravador de voz, navegador de internet, leitor ótico, gerenciador de arquivos, vários joguinhos em versão trial, o ChatON, serviço de mensagens parecido com o Whatsapp que é da própria fabricante, o S Health que monitora suas atividades físicas, S Memo que serve principalmente para notas e que se integra com o S Planner que funciona principalmente como calendário e agenda pessoal, temos também S Translator que é capaz de fazer traduções de texto ou por voz, S Voice assistente de voz da Samsung que funciona em português e alguns aplicativos de terceiros como o Flipboard, TripAdvisor, entre outros.

Tem também alguns outros aplicativos como o Group Play, onde é possível compartilhar músicas, fotos, documentos e jogar com mais pessoas, tudo ao mesmo tempo, esse eu não pude testar, uma vez que precisamos de outras pessoas que possuam o mesmo dispositivo.

barra-notificacao-galaxy-s4A barra de notificações é bem interessante, ela funciona do modo como foi introduzida no Android Jelly Bean, arrastando com um dedo você vê as notificações e arrastando com dois dedos ao mesmo tempo você é levado ao menu de configurações rápidas, que possui uma infinidade de recursos que podemos ativar ou desativar e é aqui onde estão os truques mais bacanas do aparelho, mas que no final das contas gastam bastante bateria e você não irá usá-los com frequência.

Uma das funções mais bacanas e funcionais é o multi janela, você pode abrir dois aplicativos ao mesmo tempo, basta selecioná-los através de um menu que fica na lateral esquerda do aparelho, você aperta sobre o ícone do app e então arrasta ele pra parte da tela onde quer que divida. É bem útil, mas em alguns casos você se confunde um pouco, questão de costume mesmo.

Tem também a exibição suspensa, que permite que você assista um vídeo um uma janela separada enquanto faz outras coisas pelo celular, a desvantagem é que só funciona com o aplicativo de reprodução, você não pode fazer isso com um vídeo do YouTube por exemplo. Sei que há uma série de limitações aqui e teria de haver uma versão especial de certos aplicativos para que eles funcionassem corretamente dessa maneira, mas não podemos negar que seria bem mais bacana.

O Air Gesture não me impressionou nem um pouco. Com ele você pode passar por fotos, atender ligações, rolar por páginas apenas passando a mão por cima do seu aparelho, sem tocar na tela. Parece brilhante, mas você não encontra usos tão frequentes. Deve ser uma mão na roda para quem utiliza o celular na cozinha por exemplo, você pode rolar a página da receita mesmo estando com as mãos sujas. Vale lembrar que vale em apenas alguns aplicativos.

Temos ainda o Smart Stay, Smart Scroll e o Pausa Inteligente, todos esses são focados nos nossos olhos. O primeiro é o que eu acho mais bacana, a tela não desliga enquanto você continua olhando pra ela, é bem útil quando você está lendo textos pelo smartphone (funciona em todos os apps). O Smart Scroll faz com que a página rola enquanto você apenas olha e movimenta o aparelho, o o pausa inteligente para o vídeo que você estiver assistindo se você desviar o olhar da tela, esses dois últimos funcionam apenas em alguns apps.

Apesar de parecem sensacionais, eles são aquelas funções do celular que habilitamos para mostrar para algum amigo o quão bacana e melhor o nosso celular é e logo depois desativamos todas elas. Estão de enfeite, mas vez ou outra até que conseguimos fazer um bom proveito. Certamente você não vai querer comprar um Galaxy S4 só pelos truques que ele tem.

Desempenho geral

benchmark-galaxy-s4Eu nem precisava dizer que o aparelho arrebentou no testes de benchmark. Os números são impressionantes, apesar disso, ao comparar o desempenho no uso do dia-a-dia entre o Galaxy S4 e o meu Nexus 4, não percebi muita diferença. O S4 é ligeiramente mais rápido para abrir alguns poucos aplicativos (em sua maioria jogos), mas de resto, os dois são completamente iguais no quesito desempenho geral, aquele que nós percebemos usando diariamente.

Não tive a oportunidade de testar o iPhone 5 e tenho bastante curiosidade para saber qual é a diferença de desempenho entre os dois. Mas eu chuto que não seja absurdo, apesar do hardware superior da Samsung, há uma série de outros fatores que contam nesse aspecto. De fato, os números contam, mas o que vale mesmo é a experiência que você tem ao usar o dispositivo.

Preço

O aparelho é caro, você já deveria esperar isso. Eu não esperava um preço tão elevado para o Galaxy S4 e esse é um dos motivos que pode desencorajar o consumidor a adquirir um aparelho tão poderosos quanto ele. Aparentemente houve uma redução no preço nas últimas semanas A versão 4G com 16 GB que testei é vendida na maioria das lojas de varejo por R$ 2.099,00 ou cerca de R$ 1.850,00 a vista no boleto. A versão 3G custa um pouquinho menos, R$ 1.999,00 ou cerca de R$ 1.759,00 no boleto.

Pontos Positivos

  • Tela, extremamente bonita;
  • Bateria, com ótima duração;
  • Desempenho, extremamente veloz;
  • Câmera, ótima qualidade;
  • Software, com muitos recursos bacanas.

Pontos Negativos

  • Acabamento, apesar do belo design, a traseira de plástico passa a impressão de acabamento barato e mal feito;
  • Preço, o aparelho é extremamente caro;
  • Recursos, são bacanas, mas vários só estão pra fazer número.

Conclusão e Notas

O Galaxy S4 é por enquanto o melhor Android que temos disponível, a Samsung vem mantendo essa tradição ao longo dos anos que lançou a linha. Se você não se importa com o quanto irá gastar em um aparelho e quer o topo de linha absoluto, o Galaxy S4 é a escolha certa, sem pensar duas vezes, ele tem um desempenho incrível, combinado com uma ótima câmera e vários truques no software. Mas, se você pensa em gastar menos um aparelho e quer ter um desempenho a altura, existem alternativas, como o Nexus 4 que ainda por cima tem o Android puro e recebe as atualizações antes de todos os aparelhos.
Samsung-Galaxy-S4 (3)
Tenho a sensação que nós não precisamos mais de tantos números e novidades de recursos exclusivos em novos smartphones, pagamos caro por uma boa performance e já temos ela, não preciso de mais um core no processador, ou mais memória RAM para poder abrir meus aplicativos 0,2 segundos mais rápidos, acredito que nesses termos já chegamos aonde devíamos chegar, o que mais pode melhorar nesse aspecto "hardware" são os gráficos nos jogos que temos em nossos smartphones. Talvez seja hora das fabricantes tentarem aprimorar o que elas possuem no design e acabamento dos aparelhos e também no software, oferecendo mais facilidades, como o Google tem feito com o Google Now (que está presente no Galaxy S4, vale citar) por exemplo, não apenas truques que usamos de vez em quando.

De qualquer maneira, se eu tivesse disposto a pagar caro num smartphone e quisesse o melhor hardware atual, iria de Galaxy S4.

  • Câmera = Nota 9
  • Bateria = Nota 9
  • Velocidade = Nota 10
  • Sistema = Nota 9
  • Preço = Nota 7
  • Avaliação = Nota 9 de 10.