O Motorola Razr HD é o primeiro smartphone com 4G LTE compatível com as redes do nosso país, porém como todos nós sabemos, ainda não dá para usar a tecnologia. O 4G está restrito a algumas áreas de testes e não adianta muita coisa possuir um aparelho com o suporte às redes e não usá-la, mas, talvez para quem esteja procurando um aparelho que suportará o 4G desde já, a compra dele faz algum sentido.

E é claro que o 4G não é o único fator decisivo para a compra do Razr HD, o aparelho possui seus pontos fortes e bate de frente com o resto da concorrência. Ele é, atualmente, o modelo topo de linha da Motorola, e aos poucos podemos ver as alterações que o Google está fazendo nos aparelhos depois da aquisição da divisão de mobilidade da companhia, o Android Ice Cream Sandwich se parece muito com o que roda nos aparelhos da linha Nexus, sem praticamente nenhuma modificação.

Especificações Técnicas

O Razr HD possui processador dual-core de 1.5 GHz, 1GB de memória RAM, 16GB de espaço para armazenamento interno (apenas 12GB estão disponíveis para o usuário), com entrada para cartão microSD de até 32GB, câmera de 8 megapixels com flash de LED, câmera frontal de 1.3 megapixels, tela de 4.7 polegadas de Super AMOLED com resolução de 720 x 1280 pixels, a bateria dele possui 2530 mAh. O aparelho pesa 146 gramas, as dimensões dele são 131.9 x 67.9 x 8.4 mm.

Imagens do Aparelho

Câmera

A câmera dele é boa para a maioria das imagens capturadas com boa iluminação, mas, ainda assim, é um pouco inferior em relação a outros aparelhos. Ela possui uma série de recursos interessantes, como o HDR, fotos panorâmicas e as várias fotos em sequência. Com baixa iluminação as imagens não são lá muito boas, e para gravações, os resultados não foram dos melhores.

Bateria

razr-hd-screen (2)Gostei bastante da duração da bateria do aparelho. Quando usei ele no primeiro dia não imaginei que iria durar tanto, porém os resultados foram realmente impressionantes para um aparelho da linha Razr que não leva a marca "MAXX", parece que um dos pontos que a Motorola está focando é justamente a autonomia da bateria, está funcionando. Esse é o tipo de celular que você pode tirar da tomada de manhã e usá-lo sem pensar se a bateria irá descarregar por completo no meio do dia, você poderá usá-lo o quanto quiser e só precisará carregá-lo de noite, quando chegar em casa. Em um dos dias consegui usá-lo por dois dias sem precisar colocar na tomada, porém, com um uso bem reduzido e com a tela com pouco brilho.

Navegação e desempenho geral

Após a aquisição da Motorola feita pelo Google a maioria dos smartphones da Motorola possuem o Android "quase puro", são pouquíssimas as alterações na aparência do sistema, e as que existem são muito pertinentes. Existem alguns aplicativos pré-instalados como o Netflix, QuickOffice, Saraiva Digital e ScanLife. E o navegador do Android foi substituído pelo Chrome.

Além disso, navegando pela tela inicial existe a opção "Quick Settings" ou "Configurações rápidas" onde é apresentado algumas funções rápidas como ativar ou desativar Wi-Fi, Bluetooth, GPS, Redes Móveis, o recurso é muito útil pois você não precisa ir até as configurações e navegar pelos menus até chegar onde quer, está tudo mais acessível, inclusive, o recurso se parece com o também chamado "Quick Settings" do Android 4.2 que aparece ao deslizar dois dedos sobre a barra de notificações do sistema.

O aparelho como um todo é muito fluído na navegação, tanto pelo sistema, quanto nos aplicativos e na web também. O processador dual-core de 1.5 GHz dá conta do recado e conseguiu ótimos resultados nos testes de benchmark. Ao contrário de outros aparelhos da Motorola que testei, o Razr HD não reiniciou sozinho nenhuma vez.

Apps, funções, sistema e multimídia

Um recurso que está presente em todos os novos aparelhos da Motorola e que funciona muito bem é o SmartActions, já falamos dele em outros reviews e continua basicamente a mesma coisa, para quem ainda não conhece, ele cria regras de funcionamento automático do aparelho dependendo da situação, o próprio app da sugestões de novas ações conforme o uso do dispositivo.

O aplicativo de música da Motorola foi substituído pelo aplicativo roda no Android puro, é o mesmo que possui a integração com o Google Music, comigo ele funcionou muito bem, mas depois de alguns dias de uso eu voltei para o aplicativo de reprodução de música que costumo usar sempre, o Cubed. O alto-falante do aparelho tem um som melhor do que os aparelhos da concorrência, é muito alto e não distorce tanto o som quando é colocado no volume máximo.

A reprodução de vídeos no aparelho também não deixa a desejar, conseguiu rodar arquivos em HD com facilidade e a tela dele possui cores vivas, além disso, 4.7 polegadas é um tamanho muito agradável para a reprodução de vídeos. E ele foi muito bem nos testes que realizei pelo HDMI.
RAZR-HD (12)
Os "Circles Widgets" também são muito interessantes, ele é um widget com três círculos que apresentam a hora, a previsão do tempo e o nível de bateria, ao deslizar o dedo sobre algum círculo ele muda a informação, no caso do relógio, ao invés de aparecer um relógio digital, aparece um analógico e quando chega alguma mensagem, a notificação é exibida nele também, já na previsão do tempo você pode adicionar várias cidades, a partir do ícone da bateria é possível ir até as configurações do aparelho.

Preço

O Razr HD é atualmente o aparelho topo de linha da Motorola, naturalmente, o mais caro, mas o valor dele está dentro do que estamos acostumados a ver por aí. É possível encontrar o aparelho por R$ 1.899,00 na maioria das lojas, com algum desconto se você fizer o pagamento à vista.

Pontos Positivos

Suporte ao 4G.
Bateria de excelente desempenho.
Velocidade, extremamente veloz.
Tela excelente.
Software, Android Ice Cream Sandwich quase sem modificações.

Pontos Negativos

Aplicativo de sincronização, tive que insistir para o MotoCast funcionar.
Câmera, perde pra concorrência.

Conclusão

É um baita aparelho com uma velocidade incrível, Android praticamente puro, com pequenas e ótimas modificações, uma bateria de ótimo desempenho e uma belíssima tela de 4.7 polegadas. Além de tudo, é o primeiro aparelho com suporte às redes 4G LTE do país, porém, para moradores de várias cidades, ainda vai demorar muito pra termos a tecnologia disponível. O preço dele é um pouco elevado, mas, equivalente aos valores do restante da concorrência.