Review Motorola Razr D1

Review of: Motorola Razr D1
Product by:
Alessandro Junior
Price:
R$ 550,00

Reviewed by:
Rating:
4
On 09/04/2013
Last modified:04/01/2014

Summary:

O Motorola Razr D1 é atualmente o modelo mais barato da linha dos smartphones da Motorola aqui no Brasil, seu preço é certamente o principal atrativo, o modelo vem com dois chips e TV analógica/digital. Dispositivo ideal para quem está buscando essas características e quer pagar pouco.

Motorola Razr D1 1 Review Motorola Razr D1


Uma semana após o lançamento dos novos aparelhos da linha Razr, o D1 e o D3, a Motorola entrou em contato comigo e me enviou o Razr D1 para review. Infelizmente não pude ir ao evento de lançamento e fazer um hands-on do modelo de entrada da empresa.

O aparelho é atualmente o modelo mais barato da linha dos smartphones da Motorola aqui no Brasil, seu preço é certamente o principal atrativo, o modelo vem com dois chips e TV analógica/digital. Dispositivo ideal para quem está buscando essas características e quer pagar pouco.

Especificações Técnicas

O Razr D1 possui tela de 3.5 polegadas com resolução de 320 x 480 pixels, processador single-core 1GHz, 1GB de memória RAM, câmera traseira de 5 megapixels sem flash, 4GB de espaço para armazenamento interno podendo ser expandido até 32GB via microSD, bateria de 1785 mAh. As dimensões dele são 110 x 59 x 11 mm e pesa 110 gramas. Ele roda Android 4.1.2 Jelly Bean e deverá ser atualizado para as próximas versões.

O design dele é muito parecido com o Razr i, porém é bem menor, um pouco mais grosso e além disso não possui a traseira de kevlar, a tampa de trás é de plástico mas tem uma textura bacana.

Imagens do Aparelho

Câmera

Primeiro ponto que me impressionou no aparelho, a câmera dele apesar de ter apenas 5 megapixels tira fotos de boa qualidade, mesmo em ambientes com pouquíssima iluminação, e olha que nem flash ele tem! Está acima da média para os aparelhos da mesma faixa de preço.


Em ambientes claros e com iluminação natural as fotos saem praticamente perfeitas, com cores bonitas e sem ruídos, e como praticamente todos os smartphones, quando tiramos uma foto sob luz artificial ou baixa iluminação acabamos encontrando alguns granulados e coisas do tipo, para um aparelho que custa 550 reais, está de bom tamanho, esperava muito menos quando li as especificações de 5 megapixels. E de bônus tira fotos panorâmicas.
Foto 1 Review Motorola Razr D1
Imagem em zoom 100%

Foto 4 Review Motorola Razr D1
Foto tirada sob iluminação artificial

Foto 3 Review Motorola Razr D1
Foto tirada sob péssima iluminação

Bateria

A Motorola vem investindo forte na autonomia da bateria de seus dispositivos, com o D1 não foi diferente. O aparelho não tem um processador de vários núcleos, nem uma tela muito grande com alta resolução, logo não precisa de uma bateria com muitos miliamperes, mesmo assim eles colocaram 1785 mAh no aparelho.

Print bateria Review Motorola Razr D1Por ser um aparelho de dois chips, é natural que com duas redes funcionando simultaneamente a bateria dure menos. Nos primeiros dias de uso eu optei por utilizar apenas um chip, usando-o com bastante frequência, ajustando as configurações, baixando os aplicativos, navegando bastante e utilizando o 3G o aparelho aguentou um dia e meio longe da tomada. Num uso mais tranquilo, mas ainda usando o 3G, tirei o celular do carregador num dia e apenas dois dias depois tive que recarregá-lo.

Já usando com dois chips a autonomia também foi boa, mas como já era de se esperar, durou menos. Com o uso mais intenso ela aguentou um dia inteiro, desde a hora que acordei, até a hora de dormir ele permaneceu firme e forte, com o uso um pouco mais moderado, um dia e meio praticamente.

Navegação e desempenho geral

Não podemos esperar de um aparelho desses um desempenho fantástico, não há como compará-lo com modelos top de linha, é claro. Já testei outros modelos low-end e a maioria deles me irritavam bastante, é insuportável tentar realizar alguma tarefa no celular e ele simplesmente não responder, porém isso não aconteceu em todo o meu uso do Razr D1, na verdade ele mandou muito bem.

O Android 4.1.2 Jelly Bean sem muitas modificações agrada muito, sou fã do Android “puro” e é quase isso que a Motorola vem oferecendo em seus dispositivos. E as modificações incluídas são muito bem vindas, temos os “Quick Settings”, nessa tela é apresentada algumas funções rápidas como ativar ou desativar Wi-Fi, Bluetooth, GPS, Redes Móveis, ela aparece quando movemos para a esquerda na tela inicial. Também há o Smart Actions, já conhecido nos aparelhos da companhia. Graças às poucas customizações a navegação pelo sistema é bem fluída.

O navegador padrão nele é o Chrome e mesmo sendo uma das alternativas mais pesadas para o Android, ele funcionou muito bem no aparelho. Para quem quiser um desempenho a mais na hora de carregar as páginas, pode tentar o Opera ou o Dolphin Browser, na verdade existem muitas opções de navegadores na Play Store, mas nenhuma delas tem tantas vantagens quanto o Chrome, a principal delas é a sincronização das abas entre o celular e o computador.

Apps, funções, sistema e multimídia

Uma das principais características do Razr D1 é a TV analógica/digital, o aparelho realmente não é dos melhores para assistir nenhum vídeo, dada a resolução de tela dele, mas deixando esse aspecto de lado, ele funcionou muito bem ao transmitir os principais canais de TV. O acessório que vai na entrada do fone de ouvido para melhorar a captação do sinal ajuda bastante, apesar de não ser necessário, em alguns locais fica difícil assistir algo sem ele. É normal o aparelho ficar um pouco mais lento enquanto assistimos à TV ou assim que saímos do aplicativo.
Motorola Razr D1 14 Review Motorola Razr D1

Antena e fone de ouvido

Além disso, o aparelho vem com os aplicativos e funções padrões dos outros dispositivos da Motorola, como o Smart Actions que cria regras de funcionamento automático do aparelho dependendo da situação, o próprio app da sugestões de novas ações conforme o uso do dispositivo. Ele conta também com o Circles Widgets e com o Quick Settings que já falamos acima.

O aplicativo de reprodução de música é o padrão do Android, que faz sincronização com as músicas do Google Music, caso você tenha uma conta, ele é bem útil. Me decepcionei um pouco ao tentar assistir alguns filmes no Netflix, mas uma vez a resolução baixa me incomodou e a lentidão para responder aos comandos no app me fizeram desistir rapidamente.

Preço

Sendo o atual modelo de entrada da Motorola o Razr D1 custa R$ 550,00 na maioria das lojas, preço baixíssimo pelo o que o aparelho oferece. Dependendo da loja, se pagar a vista dá para encontrá-lo com um bom desconto, chegando a valores como R$ 480,00. Inclusive, está muito difícil de encontrá-lo disponíveis nas maiores lojas.

Pontos Positivos

Bateria, durou bastante
Android atualizado, e ainda terá update
Veloz, por suas especificações não faz feio

Pontos Negativos

Tela, com baixa resolução

Conclusão e Notas

O Razr D1 tem um ótimo custo-benefício. É difícil encontrar outro aparelho que ofereça tudo o que ele oferece e ainda por este preço. A experiência de uso dele não deixa a desejar, vale lembrar que testei o aparelho tendo em mente suas limitações, não tem nem como comparar com a experiência de uso de um aparelho como o Nexus 4, por exemplo.

Câmera = Nota 7
Bateria = Nota 9
Velocidade = Nota 7
Sistema = Nota 8
Preço = Nota 9

Avaliação = Nota 8 de 10.

Update: entramos em contato com a Motorola para saber sobre o preço das versões com um chip e sem TV.

· Single-chip com TV: em negociação com operadora, sem valor definido

· Single-chip sem TV: R$ 499 (TIM)

· Dual-chip com TV R$ 549 (varejo)

· Dual-chip sem TV: R$ 499 (TIM)

Mais sobre:  , , , , ,

Autor: 09-04-2013 Em Reviews
Ciências e Tecnologia