black_fridayA Black Friday já é tradição nos Estados Unidos, recentemente o evento chegou ao Brasil e fez muito sucesso, os preços caem e em alguns casos você pode conseguir descontos muito bons em diversos produtos. Aqui no nosso país o negócio é mais online, foram poucas as lojas que eu vi que iriam fazer os descontos em lojas físicas, lá nos EUA a maioria dos descontos estão nas lojas físicas e aí gera muita confusão.

Foram muitos os casos de violência por causa dos descontos absurdos, principalmente na rede Walmart que é uma das maiores dos Estados Unidos, uma mulher jogou spray de pimenta nas pessoas que estavam ao seu redor apenas para pegar um produto, aparentemente um videogame, 20 pessoas se feriram levemente. Em San Leandro, na Califórnia, também em uma loja do Walmart, um consumidor foi baleado depois de se recusar a entregar suas compras para um assaltante, o homem foi hospitalizado.

Houveram brigas em vários locais. No lançamento do Blackberry Bold 9790 na Indonésia, existia uma fila imensa para a compra do aparelho, e por conta da Black Friday a RIM decidiu cobrar US$ 225 pelo celular, que na verdade custa o dobro, muita gente estava interessada, porém esse desconto era apenas para os primeiros mil compradores e existiam 3 mil pessoas na espera. Quando começaram a dizer que os aparelhos tinham se esgotado o pessoal ficou muito nervoso e aí a briga correu solta novamente, eles só pararam quando a polícia agiu.


Além dessas brigas, aqui no Brasil tivemos muitos consumidores sendo enganados, e o Procon disse que vai tomar providências com as empresas que tentaram tirar vantagem sobre os consumidores. Extra, Ponto Frio, Magazine Luiza e muitas outras lojas inflaram os preços originais, assim o consumidor pensava que estava economizando muito mais, uma TV LED de 40″ da Philips estava sendo anunciada de R$2.999 por R$1.799, mas o preço normal dela é de R$2.499.

Torceremos para que a próxima Black Friday não aconteça tantas brigas e falta de honestidade das empresas.