Usuários de redes sociais e até mesmo aqueles que mal utilizam a internet, já devem estar sabendo, da onda de comentários preconceituosos contra os habitantes da região nordeste do nosso país após o resultado das eleições, visto que esse fato ganhou destaque na imprensa nacional.

O tema e as manifestações de racismo, começaram a ganhar destaque com um tweet publicado pela estudante de direito, Mayara Petruso. A OAB de Pernambuco, entrou com uma representação criminal na justiça de São Paulo contra Mayara e avisou, o processo não ficará limitado somente a ela, porque até agora estavam pegando essa garota “pra cristo”, visto que milhares de boçais também publicaram tweets racistas.

Uma outra boa notícia, a representação da OAB contra a estudante não será leve, será acusada de racismo e incitação pública ao crime, com isso pode pegar até 5 anos e meio de prisão.


Não há motivos aparentes do porque ela recebeu o maior “destaque”, talvez pelo fato de maior exposição e de ser estudante de direito, pois é, eis os “futuros advogados” do país. Mesmo com todo esse “destaque” sobre Mayara, Henrique Mariano Presidente da OAB-PE, afirmou que diversas outras pessoas receberão notificações ao decorrer do processo, infelizmente será difícil ir atrás de todos.