Na última sexta-feira (23), Steve Ballmer, atual CEO da Microsoft, anunciou que vai deixar o cargo nos próximos 12 meses. Ballmer declarou por meio de comunicado que não existe momento perfeito para esse tipo de transição, mas este é o momento certo. A Microsoft afirma que Ballmer ainda vai liderar a companhia nos próximos passos para sua transformação em uma empresa de dispositivos e serviços.

Para a escolha do próximo CEO, a Microsoft estabeleceu um comitê especial. O comitê é liderado por John Thompson, diretor independente mais influente do conselho, e também conta com Bill Gates, fundador e chairman da Microsoft. No dia do anúncio, as ações da empresa subiram mais de 7%. Isso não quer dizer que Ballmer foi um mau CEO, mas o mercado já especulava a sua saída há um bom tempo.

Como toda administração, a de Ballmer teve seus erros e acertos. O Windows amadureceu - o Windows Vista não conta -, a Microsoft abocanhou uma boa fatia do mercado dos games com o Xbox e o Xbox 360 e a plataforma móvel da companhia cresceu consideravelmente.

Agora, uma coisa não podemos negar: Steve Ballmer foi o CEO mais divertido de todos os tempos. Abaixo, confira alguns dos seus melhores (ou não) momentos.