Logo do Linux mint

O Linux Mint é uma distribuição irlandesa que faz muito sucesso pela sua facilidade e, também, pela presença dos codecs e drivers proprietários, como o Adobe Flash e MP3,  em sua instalação padrão. Além disso, é famosa também pelo visual original e muito bem trabalhado sobre a cor verde.

Possui duas versões: uma que é baseada no Ubuntu e outra baseada no Debian.
A nova edição, de número 11, será lançada no final de maio. E para matar a curiosidade dos usuários, a equipe do Linux Mint divulgou hoje algumas informações sobre o lançamento.

Serão dois lançamentos:

  • RC (Release Candidate): no meio do mês de maio;
  • Versão Final: no final de maio.

O desktop com Gnome, ao contrário do que muitos imaginavam, virá com o Gnome 2.32 e não com a versão 3. E outros ambientes gráficos (KDE, o XFCE e o LXDE), assim como nas edições anteriores, também estarão disponíveis.

Preview do desktop do Linux Mint 11

Desktop do Linux Mint 11 com Gnome 2.32

A seleção de softwares sofreu alterações, sendo elas:

  • O Libreoffice substituirá o OpenOffice como suite de escritório padrão.
  • O Banshee substituirá o Rhythmbox como reprodutor de músicas padrão.
  • O gThumb é o novo gerenciador de fotos, tomando o lugar do F-Spot
  • O Gwibber (cliente para o Twitter) não virá instalado por padrão

Entre as mudanças gerais estão:

  • O gerenciador de atualizações está mais rápido graças à variás correções.
  • O tema X-Mint traz melhorias e agora funciona melhor com o Gimp, Banshee, Synaptic e Deluge.
  • Firefox 4, Chromium e Opera virão com um plugin de busca personalizado, e melhorado, do Linux Mint.

Fonte: Blog do Linux Mint