cabos-internetA Anatel aprovou novas regras para as operadoras de banda larga, tanto as móveis quanto fixas, tudo para melhorar a conexão do cliente e também com vista na Copa do Mundo de 2014, teremos que apresentar boas conexões por aqui, certo?

Então teremos uma internet melhor, porém tão cara quanto agora. As regras atuais indicam que as operadoras devem garantir ao menos 10% da velocidade contratado por mês, isso é na média do mês, quer dizer que em alguns dias pode oferecer menos e em outros mais. Com essas novas regras teremos garantia de 60% da velocidade contratada na média do mês, um pouco melhor.

A taxa de transmissão instantânea, que é aquela do download quando medimos a qualquer momento, deverá ser de no mínimo 20% e a taxa de transmissão média, que é a média da velocidade entregue durante todo o mês, deverá ser de no mínimo 60% no mês. E todo ano será aumentado 10% desse valor, então em 2014 teremos 40% de taxa de transmissão instantânea e 80% de taxa de transmissão média.

Além disso a Anatel decretou o fim do traffic shaping, ou seja, as empresas estão proibidas de limitar a velocidade de certos programas ou em certos horários, exceto em caso de “segurança” e “estabilidade” de rede, isso que dizer que se elas quiserem fazer o procedimento basta dizer que era por questões de segurança ou estabilidade, não serviu pra nada. O VoIP via 3G também não poderá mais ser bloqueado, como acontece hoje.

A fiscalização do cumprimento das regras será feita por duas entidades, que serão financiadas pelas próprias operadoras, serão elas a GIPAQ (Grupo de Implantação de Processos de Aferição da Qualidade), que determinarão a metodologia e procedimentos, e a EAQ (Entidade Aferidora da Qualidade), que ficam responsáveis pela medição. Teremos também um medidor de velocidade para verificar se a operadora está cumprindo com as regras, a multa para a prestadora que não estiver é de até R$ 25 milhões.

Vamos esperar pra ver se teremos mesmo diferença na qualidade.