O Speedtest.net é um serviço que calcula a velocidade de uma conexão banda larga. Qualquer um pode realizar esse teste, basta acessar o site do serviço e selecionar “Begin Test”. Esses dados são armazenados nos servidores da empresa, que mantém uma lista com a velocidade média da internet em cada país onde ele é realizado. Ontem, dia 26 de novembro, foi publicada uma atualização dessa lista.

O Brasil ficou em 74º com taxa de download estimada de 9.22Mbps , mas alguns outros dados chamaram atenção. O Uruguai, que ficou em 30º com 21.78Mbps, ficou logo a frente dos Estados Unidos, com média estimada de 20.77Mbps. De acordo com o site SlashGear, em muitas áreas nos Estados Unidos não há competição entre operadoras e, por isso, falta incetivo para a atualização de suas redes. Além disso, o americano não está disposto a pagar valores elevados em conexões mais rápidas.

Por aqui, além do serviço mais caro do mundo, enfrentamos o problema das operadoras que não entregam a velocidade contratada. Hoje, a Anatel determina que 30% da velocidade contratada seja garantida instantaneamente e 70% da taxa de transmissão média ao longo do mês. Ainda não é o ideal, mas houve uma melhoria significativa.

Se você quiser acessar o ranking completo, basta acessar a lista divulgada ontem pelo Speedtest.