Se você já ouviu o termo “Retina” antes, sabe que ele normalmente aparece associado a produtos da Apple - iPhone, iPad e, mais recentemente, MacBook Pro. Mas em que exatamente consiste essa tecnologia? O que torna um dispositivo Retina e como esta tecnologia pode estar presente na tela de 4” de um iPhone e em um MacBook Pro de 15”?

Retina não consiste em uma resolução padrão, afinal, um iPhone e um MacBook Pro Retina tem resoluções bem diferentes. Na verdade, Retina nada mais é que a resolução “ideal”, de forma que seja impossível distinguir os pixels na tela, mesmo quando você olha de muito perto.

Por exemplo, 720p vai parecer ótimo em uma tela de 5”, entretanto, a qualidade irá parecer péssima em uma tela de cinema. Isso acontece porque, na tela de cinema, a quantidade de pixels por polegada (ppi) será muito menor. Ou seja, a resolução do iPhone é a ideal para que você não consiga enxergar os pixels, enquanto a do MacBook Pro Retina é uma outra bem maior, mas que mantém o mesmo objetivo.

Se você quiser descobrir se um dispositivo oferece a “experiência retina”, descubra no isthisretina.com. Confira também o vídeo abaixo (em inglês) para aprender mais detalhes acerca dessa tecnologia.