A Motorola anunciou na última quinta-feira (4) durante um evento em São Paulo, a nova geração do Moto G e do Moto X. A primeira geração dos dois aparelhos fez a Motorola dar um enorme salto em diversos mercados, inclusive no Brasil. E é graças a eles que aos poucos temos criado um novo parâmetro em relação ao que realmente vale a pena quando se trata de um smartphone. As novidades do Moto G e do Moto X se basearam no feedback dos consumidores e a maior parte das escolhas pareceram acertadas, tive a oportunidade de testá-los durante alguns minutos e conto aqui as minhas primeiras impressões.

Novo Moto G

Moto-G
O novo Moto G cresceu e agora possui tela de 5 polegadas, a primeira geração contava com display de 4.5". A câmera também foi melhorada, passando dos 5 para os 8 megapixels. Por último, a Motorola adicionou suporte para cartão microSD. O restante do aparelho continua o mesmo: resolução de 1280×720 pixels, processador Snapdragon 400 quad-core, com 1 GB de RAM, bateria de 2070 mAh e opções de 8 GB/16 GB de armazenamento interno. Apesar da tela ter crescido, ele continua com uma pegada legal e o design não mudou com exceção dos dois alto falantes na parte frontal, seguindo a linha do Moto E.

Moto-G-2
O software do aparelho também não mudou, a fabricante segue na acertada linha de manter o Android com menos personalizações possíveis, o que beneficia o desempenho.

Moto-G-3
O Moto G já está disponível no Brasil, é fabricado por aqui e está disponível por aqui em três versões:

Dual-chip com 8 GB por R$ 699;
Dual-chip com 8 GB e capinha por R$ 729;
Dual-chip com 16 GB, duas capinhas e TV digital por R$ 799.

Eu imaginava um Moto G com um hardware mais potente, mas a opção de fazer um pequeno upgrade e manter os preços me pareceu correta. Para quem comprou a primeira geração, não faz sentido partir para o novo modelo, mas certamente essa é uma das melhores opções do mercado atualmente. A concorrência ainda vai ter que dar vários passinhos para conseguir bater de frente com ele.

Novo Moto X

Moto-X
O novo Moto X também cresceu, passou de 4.7 polegadas para 5.2", e ao contrário do seu irmão mais novo, houve um upgrade geral das especificações: a resolução agora é Full HD (1920 x 1080 pixels), conta com processador Snapdragon 801 quad-core de 2.5 GHz, 2GB de memória RAM, GPU Adreno 330, 32GB de espaço para armazenamento, câmera de 13 megapixels com flash LED duplo e filmagem em 4K e bateria de 2300 mAh.

Moto-X-6
A Motorola decidiu dar a cara de smartphone premium para o novo Moto X e conseguiu, além das especificações a construção do aparelho se mostra superior – a companhia fez questão de ressaltar que o aparelho utiliza os materiais verdadeiros. O novo Moto X tem bordas de metal e será vendido nas opções bambu, couro e plástico.

Moto-X-4
No software, ele ganhou mais alguns truques. Assim como a geração anterior, ele sempre está te ouvindo. Mas agora, não é necessário dizer a frase padrão “Ok, Google Now” para ligar o aparelho, é possível personalizar e manter uma frase do seu gosto. As novidades do assistente de voz não param por aqui: ela está muito mais inteligente e integrada a outros aplicativos. Você pode falar para ele "Toque Chet Faker no YouTube" e então ele começará a reproduzir uma música do artista no app, é possível também enviar mensagem pelo Whatsapp sem tocar no aparelho, apenas dando os comandos para que ele o faça, além de outras possibilidades.

Moto-X-3
O Active Display, recurso que exibe o relógio e as notificações quando o aparelho está em espera, continua presente. Com os quatro sensores infravermelho é possível apenas passar a mão por cima do Moto X quando ele estiver sobre uma mesa para que as notificações sejam exibidas. Se você receber uma ligação e quiser silenciar o aparelho, basta deslizar a mão por cima da tela; isso também funciona com o despertador.

Moto-X-2
A câmera de 13 megapixels mantém o recurso Quick Capture: gire o Moto X duas vezes, e a câmera é ativada na hora. Ela também ganhou uma novidade: se você capturar uma imagem e ela não sair boa – alguém piscar o olho, por exemplo – o novo Moto X mostra que gravou uma imagem melhor e sugere que você a mantenha e descarte a outra.

O Moto X já está disponível no Brasil, apenas em versão 4G de 32 GB, por preço sugerido de R$ 1.499, preço muito competitivo para um aparelho topo de linha.

Moto-X-5