O meu primeiro smartphone foi um Android, adquiri um Motorola Defy no começo de 2011 e desde então me mantive no sistema operacional móvel do Google. Acabei encontrando mais vantagens em adquirir apenas a linha Nexus que oferece a versão pura do sistema, minha primeira experiência com ele foi num Nexus S e depois no Galaxy Nexus.

Decidi mudar de sistema e partir para o iOS. Já tinha testado o Windows Phone 7 e não curti muito, a escassez de aplicativos realmente seria um problema, e então em novembro eu comprei um iPhone 4S de 16GB. Não foi o primeiro contato com o sistema porque já possuía o iPad, mas mesmo assim tive que me acostumar com diversos aspectos, que iam além do sistema, o principal era a tela menor do que estava acostumado.

Como sempre dizem, há alguns pontos no sistema da Apple que são muito melhores do que no sistema do Google e vice-versa, mas já adianto que atualmente prefiro o iOS. Nos próximos parágrafos irei explicar o porquê e contar o que faz e o que não faz falta.

Adaptação

O iOS tem a fama de ser um sistema simples e amigável para o usuário, com menos possibilidade de customizações do que o Android, menos problemas com segurança e mais estável quando se diz respeito a desempenho. As primeiras impressões foram ótimas, não me confundi com o sistema e consegui encontrar o que eu queria sem muitas dificuldades, até porque, como disse acima, conheço o sistema pelo iPad. Me impressionei com a velocidade dele e ele sempre manteve a mesma eficiência em todas as atividades. A tela menor me possibilitou mexer no aparelho com uma mão só (e isso faz uma baita diferença em alguns momentos) e ao contrário do que eu imaginava, foi muito fácil digitar nele, hoje digito muito mais rápido do que digitava quando usava o Android.

Trazer os contatos da conta do Google não foi difícil, apenas transferi um arquivo do Google Contacts e coloquei no iCloud. Instalei os aplicativos básicos e comecei a usar o aparelho, o primeiro problema logo surgiu: a bateria dele dura muito menos do que os outros aparelhos Androids que eu usei, segui algumas dicas, otimizei algumas opções e consigo hoje usar ele o dia inteiro carregando duas vezes por dia, não é o ideal para mim, porém consigo me virar com isso, o lado bom é que parece que o iPhone 5 tem uma autonomia bem melhor do que o 4S.
iphone-4s-traseira
Fiquei bem satisfeito com o nível de design dos aplicativos do iOS. O Android tem alguns aplicativos muito bem desenhados também (principalmente os exclusivos da plataforma), mas no geral, se compararmos a qualidade das aplicações publicadas na AppStore com as do Google Play, a Apple leva grande vantagem aqui. Inclusive os aplicativos do Google que são desenvolvidos para o iOS conseguem ser mais atrativos do que as versões do Android. O Gmail é belíssimo, o aplicativo de pesquisa que ganhou alguns recursos do Google Now também é sensacional.

O que faz falta

Um dos aplicativos que mais usava no Android não está disponível para o iOS, e ele nunca poderá ser usado num iPhone, até porque o sistema da Maçã é bem mais fechado. Estou falando do AirDroid, com ele você pode acessar pelo navegador do seu computador praticamente todo o sistema do seu celular, dá para enviar arquivos do computador para o celular, baixar arquivos do celular no computador, visualizar fotos e até mesmo responder SMS, tudo isso sem fio, bastava ter o computador e o smartphone conectado na mesma rede Wi-Fi.

Outro aplicativo que sinto muita falta é o Cubed, um dos melhores players de música do Android. O que mais me chamava a atenção nele era a possibilidade de baixar todas as capas dos discos direto do aplicativo e deixar a organização das minhas músicas mais atraente. No iOS não há nenhum opção semelhante, pelo menos não encontrei algo do tipo até agora, e se eu quiser todas as minhas capas terei que organizar as músicas pelo iTunes. Existem algumas maneiras de fazer isso de não ter tanto trabalho, mas me falta tempo e paciência para fazer o download de todos os covers e aplicá-los às músicas.

O Last.fm fez falta no começo, no Android você baixa o aplicativo e ele roda em segundo plano, fazendo o scrobble das músicas que você ouve pela maioria dos players do Android. No iOS, quando comecei a usar não havia nenhuma solução oficial e particularmente não gosto de usar aplicativos de terceiros para certas redes sociais (com exceção do Twitter), mas finalmente o pessoal do Last.fm lançou um aplicativo que faz scrobble e tudo, além de ser muito bonito e ter diversos recursos.

Os widgets e a customização da tela inicial fazem falta, apesar da tela inicial do iOS ser bonita e organizada, com o tempo ela se torna "estática" demais. No Android era possível adicionar wallpapers animados, widgets com informações sobre o tempo ou notícias e mais um monte de funções, assim como organizar a posição dos aplicativos como bem entendemos. No iPhone estamos limitados aos ícones dos apps e no máximo podemos criar pastas para organizá-los, eu realmente gosto desse modelo, mas alguns usuários mostraram conceitos que poderiam tornar a homescreen mais interessante.
tela-inicial-iphone
O Android possui um sistema de compartilhamento de arquivos e informações muito mais aberto e cheio de possibilidades do que o iOS, clicando nas opções de compartilhamento em uma foto no Android abre a possibilidade de escolher praticamente qualquer aplicativo que suporta alguma imagem, como o Evernote onde é possível adicionar imagens às anotações, ou então enviar para o Instagram direto da foto ao invés de ter que abrir o app e só depois escolher a imagem. Infelizmente no iOS é limitado ao Facebook e ao Twitter e seria muito mais interessante se fosse possível uma integração melhor entre diversos aplicativos e a Siri também. Um exemplo é quando pedimos instruções para um determinado local, automaticamente a assistente de voz irá exibir os mapas da Apple, seria muito melhor se pudéssemos escolher qual app iria mostrar as informações. Sinto falta do Google Now também.

O que gostei

O iOS é um sistema extremamente consistente nas tarefas, ele deve ter travado uma ou duas vezes nesses dois meses de uso, além disso, ele é bem fluído, as animações fazem com que pareça ainda mais veloz do que qualquer outro sistema. Um dos pontos mais positivos é o número de recursos nativos, assim não é necessário baixar vários aplicativos para obter algumas funções importantes, podemos destacar o aplicativo nativo de Lembretes e Notas e também não posso deixar de citar o iMessage, que funciona como um WhatsApp, mas só podemos trocar mensagens com usuários dos produtos da Apple.

A qualidade dos aplicativos é superior, a maioria deles são muito bem desenhados e normalmente são mais bonitos e usuais do que no Android. Alguns aplicativos que existem para as duas plataformas e que prefiro no sistema da Apple são: 8tracks, Scrobbler (Last.fm), Gmail, Evernote, Instagram, IMDb, Vimeo, Skype, WordPress, Facebook, Foursquare, Flipboard e Quora.

Além disso, existem alguns aplicativos exclusivos para o iOS que fazem falta no robô, como o Band of the Day, TweetBot que é de longe o melhor cliente para Twitter que já usei, Chegou? que monitora as encomendas postadas nos Correios, Byword para edição de textos, Camera+, entre tantos outros, incluindo alguns ótimos jogos.
aplicativos-iphone
Um detalhe que pode parecer bobo aos olhos de alguns, mas que faz diferença são aquelas "bolinhas vermelhas" que ficam na parte de cima dos ícones na tela inicial que indicam itens não lidos no e-mail, Twitter, entre outros. É uma mão na roda quando você quer saber quantas notificações e tarefas tem em determinado aplicativo sem precisar entrar nele, inclusive alguns aparelhos da Samsung possuem esse recurso.

As fotos no iPhone são sensacionais, e o aplicativo de câmera ainda oferece a opção de HDR e fotos panorâmicas que fazem isso melhor do que qualquer outro aparelho. O aplicativo Camera+ pode ajudar a obter ainda mais recursos e qualidade para as imagens capturadas com o aparelho.

Saindo um pouco do sistema e falando sobre o aparelho, a resolução da tela dele é ótima e o tamanho dela é ideal para segurar com uma mão só, tanto é que alguns usuários disseram que a tela do iPhone 5, que possui 4 polegadas, é um pouco mais difícil de manusear usando apenas uma mão. A quantidade de acessórios disponíveis para ele também um grande atrativo, temos desde lentes para a câmera, até docks e amplificadores de som, além de uma quantidade enorme de cases e capinhas.

Conclusão

O iOS agora é o meu sistema preferido. Todo o ecossistema criado em torno dele e a velocidade, estabilidade, além dos aplicativos mais bem desenvolvidos fazem do sistema superior. O Android evoluiu demais e a versão 4.1 Jelly Bean está sensacional, e justamente pelos vários recursos que ele tem acaba deixando o sistema um tanto quanto bagunçado, ainda faltam alguns recursos nativos e mais segurança em alguns aspectos, assim como estabilidade.

O sistema da Apple precisa evoluir em alguns pontos. A adição de gestos, tantos nos recursos nativos do sistema, quanto nos aplicativos de terceiros seria muito bem vinda. A "conversação" entre aplicativos seria outra melhoria significativa, deixar os aplicativos interagirem entre si e abrir mais a possibilidade de compartilhar informações uns com os outros, algo que no Android os desenvolvedores possuem mais liberdade.

Além disso alguns recursos visuais seriam muito bem vindos. Recentemente alguns desenvolvedores colocaram no Cydia o Auxo, um aplicativo que muda completamente o "app switcher" local onde acessamos os aplicativos do multitarefa no iOS, e como já sabemos, vários recursos que foram apresentados primeiro para a comunidade do jailbreak se tornaram recursos nativos do sistema depois, torço para que a Apple copie esse. :P


Tornar a tela inicial menos estática seria uma boa, esse conceito é bem interessante também, e as notificações poderiam ser redesenhadas dessa maneira.

O Android continua sendo um ótimo sistema para mim, mas é só eu deixar o iPhone um pouco de lado para testar algum outro aparelho que aparecem algumas dificuldades e a falta de alguns recursos que já me acostumei no aparelho. No geral, a adaptação foi fácil e rapidamente passei a preferir o sistema da Apple, espero que o sistema dê uma mudada na versão 7 e que essas mudanças sejam focadas um pouco no visual.