fragmentação android
O pai do Android, Andy Rubin, respondeu sobre os rumores de que o Google iria bloquear o código fonte do Honeycomb, não permitindo modificações. No blog oficial Android Developers ele fez uma declaração, dizendo que o modo que o Google trata os fabricantes não mudou e que o Android é totalmente open-source.

Nossa abordagem não mudou: não há bloqueios ou restrições de interfaces de usuário personalizadas. Não houve qualquer esforço para padronizar a plataforma ou arquitetura dos processadores.


Na semana passada, alguns blogs disseram que a empresa poderia dar prioridade para aqueles fabricantes que concordassem em não modificar o sistema operacional ou a sua interface, mas Andy Rubin desmente tudo dizendo que a "Cláusula de anti-fragmentação" está em vigor desde o Android 1.0, e as exigências do Google é que os fabricantes tenham que seguir certas especificações se quiserem usá-lo.

Em relação a liberação do código fonte do Android Honeycomb, o chefão disse que "a equipe do Android está trabalhando para trazer todas as novidades do Honeycomb para os smartphones e assim que esse trabalho estiver pronto, eles irão publicar o código."

Agora é só esperar.