A Apple apresentou hoje (12/09) em São Fransciso a próxima geração do seu smartphone que, no final das contas, acabou sendo chamada de iPhone 5 mesmo. A maior parte dos recursos apresentados não foi uma grande surpresa para aqueles que já estavam atentos aos rumores, o aparelho é igual ao das fotos vazadas faz alguns meses e suas especificações técnicas são em grande parte as mesmas previstas.

Como previsto, o novo iPhone tem tela Retina de 4 polegadas, porém a resolução é maior que a do seu antecessor: 1136 x 640 pixels. Isso indica que ele cresceu um pouquinho verticalmente, mas a largura continua a mesma. Ou seja, esse pequeno aumento do tamanho não deve alterar a “pegada” para o consumidor final e ainda adiciona uma linha de aplicativos a tela inicial.

Além disso, a Apple afirma que o novo iPhone 5 é o smartphone mais fino do mundo, com apenas 7.6mm de espessura (18% mais fino que o 4S) e pesa 112 gramas (20% mais leve que o seu predecessor).

O processador do aparelho é o novo A6: duas vezes mais rápido e com gráficos 2x vezes superiores ao seu antecessor, o A5.

Em termos de conectividade, o iPhone finalmente passa a suportar as redes 4G LTE. Infelizmente, essa não é uma novidade muito relevante pas os consumidores brasileiros, pois ainda não temos acesso a essas redes.

Sem grandes melhorias na câmera, que é a mesma do iPhone 4S com seus 8 megapixels e capacidade de capturar vídeos em 1080P. As principais melhorias foram internas, agora é possível capturar fotos panorâmicas sem uso de aplicativos de terceiros, tirar fotos enquanto um vídeo é gravado e foram implementadas algumas melhorias no modo noturno.

Melhorias que podem muito bem ser incluídas no 4S através da atualização para o iOS 6, resta saber se a Apple tem interesse que isso aconteça. Inclusive, a câmera frontal agora suporta conferências em HD 720P.

Outro rumor amplamente divulgado que foi confirmado: redução no tamanho dos conectores do iPhone e iPod Touch, agora chamados de “Lightning” , eles são do tamanho de um conector microUSB. Se você tem uma dock ou acessório antigo, a Apple também informou que irá vender um adaptador do novo formato para o antigo.

Para aguentar tudo isso, uma bateria melhor se fez necessária. Segundo a Apple, a nova bateria é até melhor que a do iPhone 4S: ela suporta até 8 horas de 3G ou LTE e até 10 horas de navegação através do Wi-Fi.

Como sempre, o aparelho é vendido nas cores preta e branca, mas a traseira de ambos sofreu alterações. A versão preta tem um alumínio escuro anodizado, já a versão branca é de alumínio puro e escovado.

A pré-venda do iPhone 5 começa dia 14 de setembro e o envio no dia 21, apenas para EUA, Canadá, Reino Unido, França, Alemanha, Austrália, Japão, Hong Kong e Singapura. O preço continua o mesmo nos EUA, nada que possamos usar como referência, já que ele chega ao Brasil com valores estratosféricos: US$ 199 pela versão de 16GB, US$ 299 pela versão de 32GB e US$ 399 a versão de 64GB, em contrato de dois anos com a operadora.