android-logoDepois da aquisição da Motorola, feita pelo Google, todo mundo começou a dizer que agora a empresa dona do Android iria dar preferência para sua fabricante "oficial". Enfim, o pessoal das duas empresas logo desmentiu as informações, mas ainda assim tem gente que acha que isso irá influenciar.

O fato é que o Android não terá um favorito, continuará "aberto" para quem quiser colocar em seus aparelhos, desde que siga as regras ditadas pelo Google em relação aos updates e outros fatores que devem ser cumpridos pelas empresas.

Não é porque eles compraram a Motorola que só vão produzir smartphones Motorola. As concorrentes se assustaram um pouco, normal, e também acharam que essa aliança iria incluir a exclusividade... Mas Eric Schmidt, CEO do Google, falou inúmeras vezes que isso não iria ocorrer, e hoje voltou a lembrar:

“O ecossistema do Android é a prioridade número 1, e é por isso que nós não faremos nada com a Motorola, nem com ninguém, que pudesse ferrar as dinâmicas dessa indústria. Nós precisamos de competição dura e forte entre todos os envolvidos no Android. Nós não teremos favoritos, como algumas pessoas andam imaginando.”

Além disso, na entrevista ao Bloomberg ele disse que a aquisição da Motorola tem tudo a ver com as muitas patentes que a empresa possui, e eles usarão-as para se defender nos processos.