android-jelly-bean
Ontem o dia foi cheio no Google I/O, a empresa anunciou uma porção de novidades e fica até difícil de falar de todas. Tivemos o Android 4.1 Jelly Bean, Nexus 7, Nexus Q, Google Glass e mais outras novidades não tão importantes assim.

O principal anúncio, pelo menos para a maioria das pessoas, foi o do Android 4.1 Jelly Bean, este que traz uma série de novos recursos acompanhado pela belíssima interface do Android 4 Ice Cream Sandwich.

O que há de novo no Android 4.1 Jelly Bean?

Ele está mais rápido do que nunca, e nem precisamos dizer o quanto isso é bom, né? Estou ansioso para poder atualizar meu aparelho e ver essa diferença. Pelo jeito temos também um melhor gerenciamento de bateria, algo que estava me incomodando no ICS era exatamente isso, a bateria do meu aparelho estava acabando mais rápido.

Mas, o que os desenvolvedores do Android fizeram para que ele ficasse mais rápido? Eles criaram o Project Butter, nele há o Buffering triplo, que permite que a GPU, CPU e outros componentes de hardware acessem tudo de uma maneira única, isso agiliza bastante o processo na hora de "ler" um comando. Temos também um novo recurso do sistema que irá prever onde o seu dedo irá tocar no smartphone.

A tela inicial ficou mais inteligente. Quando você altera um widget de tamanho, ele irá automaticamente se encaixar com os ícones da tela, tudo fluirá junto. E se você quiser excluir o widget, jogue-o para cima e pronto, ele foi embora, simples.
jelly-bean-widget-notif
Outra coisa que ficou mais inteligente e esse eu gostei muito: a barra de notificações. Agora será possível expandir o conteúdo da notificação com um gesto com os dois dedos, por exemplo, recebeu um email e quer lê-lo ali mesmo, basta expandir. Qualquer desenvolvedor poderá adicionar esse recurso aos seus aplicativos.

O teclado do Android 4.1 também foi renovado, agora ele irá prever melhor as palavras que nós queremos escrever, pelo jeito ele irá funcionar mais parecido com o SwiftKey X. O recurso de "ditado" já presente no Android Ice Cream Sandwich reconhecia as palavras ditas pelo usuário e ia escrevendo, antes só funcionava online, agora será possível usá-lo offline, apenas em inglês.

O app da câmera melhorou muito no ICS, e agora, ele está melhor. Foi adicionado um simples editor de imagens, que permite que você altere as fotos de uma maneira bem fácil e rápida. Podemos descartar uma foto deslizando o dedo, assim como fazemos com os widgets.

Entre as novidades mais "simples" temos: melhorias de performance no navegador, codecs e Android Beam melhorados. Temos também os Smart App Updates que irá diminuir, e muito, o tamanho das atualizações dos aplicativos, já que ele irá enviar ao dispositivo apenas os bits que mudaram no aplicativo.

Um novo motor de busca foi introduzido, funciona basicamente como a Siri, mas alguns estão dizendo que é a voz é mais amigável, e ao perguntar algo e obter a resposta, deslizar o dedo para o lado te mostra mais informações com uma busca no Google.

Temos também o Google Now, um assistente silencioso que irá te responder coisas sem ao mesmo que você precise perguntar. Bruxaria? Não, calma. Ele irá se basear em sua agenda, localização, histórico de pesquisas e outros dados, assim irá fornecer dados que são úteis, como por exemplo sugerir rotas mais rápidas para chegar aonde você quer, para isso, ele consulta a sua agenda, dados de tráfego e a sua localização. Cara, isso é incrível, mas como o pessoal do Gizmodo disse, chega a assustar.


Galaxy Nexus, Motorola Xoom e Nexus S irão receber a atualização primeiro, no mês que vem ao que tudo indica, via OTA. Apesar disso, já saíram ROMs oficiais para o Galaxy Nexus, se você gosta de se arriscar, vai lá testar. Curti as novidades e espero poder testá-lo em breve. :)