Já perdi a conta de quantas vezes eu falei por aqui que prefiro a linha Nexus justamente por ela ter o Android totalmente puro, sem modificações de fabricantes ou operadores e por ela receber as atualizações antes de todos os outros dispositivos. Alguns preferem as versões modificadas do sistema, que contam com alguns truques como os vários recursos que a Samsung vem adicionando aos seus modelos desde o Galaxy S3, mas no final das contas, sempre existe um aplicativo que faz algo semelhante e você acaba esperando muito tempo por updates.

No Google I/O 2013 foi apresentado o Galaxy S4 Google Edition, todo o hardware da Samsung com o Android stock (puro), a desvantagem aqui é o preço e a disponibilidade. Para comprar um desses você precisa desembolsar US$ 650 de uma vez, isso porque ele não é vendido com vantagens e contratos com as operadoras, ele estará disponível a partir do dia 26 de junho na Play Store.

Na semana passada Sundar Pichai, chefe do Android, confirmou os rumores de que o HTC One também seria disponibilizado com a versão pura do Android na Play Store, o valor do aparelho será US$ 600 e também poderá ser comprado a partir do dia 26 de junho.

A grande sacada está em oferecer o que há em melhor em hardware e design juntando com o conceito original do Android, da maneira como os engenheiros da Google pensaram nele. Ou seja, não será necessário sacrificar a experiência do Android por um hardware superior e vice-versa.

A chegada desses aparelhos não significa o fim da linha para os Nexus, eles continuarão firmes e fortes. Tudo isso coloca o Android como um sistema mais unificado e que está tentando ser menos fragmentado, no futuro, quem sabe, poderemos ter aparelhos do tipo custando menos em operadoras. O Google deveria ter adotado essa postura e lançado aparelhos assim há muito tempo, mas de qualquer maneira a ideia é bem vinda, agora é esperar para ver qual será a aceitação do mercado e se continuarão com as parcerias.