O nome Google foi escolhido por conta de uma expressão googol, que representa o número 1 seguido de 100 zeros, demonstrando assim a imensidão e a grandiosidade da Web. Essa expressão estranha surgiu de um fato estranho e muito curioso, o qual muitos duvidam, onde o matemático Edward Kasner questionou o seu sobrinho de 8 anos, Milton Sirotta, com a seguinte pergunta "Como você descreveria um número grande, muito grande, realmente grande, o maior número que você possa imaginar?" e seu sobrinho respondeu com apenas um som, o qual Kasner traduziu este som como "googol". Essa é a história do nome que levaria nossos queridos (ou não) Larry Page e Sergey Brin escolher tal nome estranho. Mas fica a dúvida, como esse nome se transformou em Google ?

Pra responder essa pergunta, vou contar mais uma história, lá vai:

Segundo um documentário do Biography Channel sobre os criadores do Google, quando o primeiro investidor da empresa passou um cheque de 100 mil dólares, ele perguntou a que ordem o devia passar. Brin e Page disseram que queriam dar o nome à empresa deles de "Googol", mas o empresário, talvez por engano, escreveu "Google", obrigando assim, que continuassem com esse nome. Ainda bem que esse empresário desatento errou nesse nome desgramento, pois Google soa bem melhor do que Googol.

Mas tio Assad, quem fez o desenho do logo cacete?

Deixei para o final a melhor parte pois aqui podemos ver exemplos de logos que não foram aprovadas, traçando um caminho da construção do logo que hoje é conhecido mundialmente.

Criado pela designer Ruth Kedar, que conheceu os fundadores do google há 9 anos, através de um amigo em comum na Universidade de Stanford. Larry e Brin estavam tendo dificuldades em chegar a um logo para a ferramenta de busca que estavam prestes a lançar e pedirem caridosamente para que a amiga Ruth apresentasse algumas idéias, e tcharaaaaaaammmm, aqui estão elas:

Google-logo-1

Google-logo-2

Google-logo-3

Google-logo-4

Google-logo-5

Google-logo-6

Google-logo-7

Google-logo-8

Bom, de fato os logos criados são bem caóticos e acabam passando mais do que devem, ou seja, menos é mais sempre meus queridos. Espero que tenham gostado dessa história e aguardem pois em breve teremos muitas outras histórias de marcas que amamos.